Bottom Article Ad

SEM TRABALHO, JOVENS E PAIS DE FAMÍLIA BONCONSELHENSES PARTEM PARA APOSTAR NA SORTE

As mentiras contadas no rádio, no carro de som e em uns blogs pagos, não enchem "bucho de ninguém" e vendo a realidade nua e crua do município de Bom Conselho, cresceu assustadoramente o êxodo rural na terra de Papacaça.
Muitos jovens e pais de família estão deixando sua terra natal - Bom Conselho - para irem tentar a sorte no sudeste e sul do Brasil.
Quer encontrar alguém de Bom Conselho? Vá para as cidades de Balneário Camboriú (terra do Beto Carreiro World, São Benedito do Sul (terra da pesca), Lajes (terra do Concreto), ambas em Santa Catarina e em São Paulo, Dobrada (terra da cana-de-açúcar), São José do rio Preto (terra do Rodeio) e cidades do sul de Minas.

Esses lugares tem uma melhor qualidade de vida e tem uma das maiores gerações de emprego e renda do País. Sendo assim, bonconselhenses estão deixando seu habitat simplesmente pela falta de oportunidade.

Bom Conselho cresceu e não desenvolveu. A terra de Papacaça tornou-se a cidade do aposentado e pensionista e ideal para meia dúzia que se alimenta com caviar e vivem pendurados no poder público.
O jovem, por exemplo, que deseja ter sua independência financeira e uma profissão definida, vai ter de ingressar na estatística do êxodo rural, mas se desejar ser alguém na vida...
O que é mais impressionante é o SILÊNCIO dos que dizem nas campanhas eleitorais a cada 04 anos, APAIXONADOS por Bom Conselho.
Quer saber se estou exagerando? 
Procure as empresas que transportam gente para as regiões já mencionadas.
Raul Seixas cantava:
"Eu devia estar contente
Porque eu tenho um emprego
Sou o dito cidadão respeitável
E ganho quatro mil cruzeiros por mês"...

Por fim, acham que enganam o povo o tempo todo e todo o tempo... Os tolos são os que mais se enganam...

SAIBA MAIS

O sonho do brasileiro na década de 70 era poder comprar televisão e carro. Aí, o ousado e gênio controverso, Raul Seixas, vai lá e critica tudo isso criando uma letra cheia de sarcasmo, em Ouro de Tolo.

Raulzito se inspirou no costume dos falsos alquimistas que, na idade média, prometiam transformar chumbo em ouro. Daí vem o nome da música, que faz parte do álbum Krig-ha, Bandolo!, lançado em 1973.

Postar um comentário

0 Comentários