BOM CONSELHO VIVE DUAS PANDEMIAS - CORONAVÍRUS E FALTA DE ELETRICIDADE - CLÁUDIO ANDRÉ - O POETA

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

sábado, 2 de maio de 2020

BOM CONSELHO VIVE DUAS PANDEMIAS - CORONAVÍRUS E FALTA DE ELETRICIDADE


Bonconselhenses,
Dr. Edézio Ferreira - Odontólogo e pré-candidato a prefeito de Bom Conselho/PE

Nos últimos dias, na nossa cidade, causou-nos estranheza e preocupação o recente apagão de luz em muitas das ruas do município e prédios públicos. Tal fato, além de poder descontinuar serviços publicos essenciais, geram a sensação de insegurança em nossas ruas, trazendo transtornos e medo às nossas famílias.

Inquietos com esta situação, e não conformados com as poucas, insuficientes e não confiáveis informações repassadas pela administração municipal, buscamos ouvir a outra parte. Através do vereador Neto Ferreira, este grupo de oposição solicitou pedido de informações à Celpe, para saber o real motivo do corte de energia, bem como achar uma solução para o problema.

É simplesmente estarrecedor o que encontramos. Somente na atual gestão do prefeito Dannilo Godoy, o município de Bom Conselho contraiu um débito junto à Celpe de quase 4 milhões de reais, conforme detalhado a seguir. As dívidas representam contas atrasadas de vários pontos de luz da cidade, além de valores não pagos referentes à parcelamentos de dívidas antigas de gestões passadas. Desde novembro de 2016, o atual gestor não vem honrando com o pagamento destes parcelamentos. Tudo isso acrescido de juros e multas.

O resultado dessa irresponsabilidade é uma dívida milionária, que em último grau resultou no corte de energia em vários pontos do nosso município, e que só foi temporariamente resolvido devido a uma liminar que a prefeitura obteve, baseada na determinação de que não pode haver corte de luz enquanto estiver vigente o estado de emergência decretado pela nova pandemia do coronavírus. Ou seja, passada a pandemia, novos cortes devem ocorrer, por esta se tratar de uma solução provisória.

É importante ressaltar aqui que, mesmo com um débito astronômico, a CELPE foi categórica, em e-mail a nós enviado, dizendo que não houve interesse do município para o parcelamento da dívida. Para o atual gestor, como já ocorrido em outras situações, com outros fornecedores, a velha máxima continua prevalecendo: devo, não nego. Pago quando puder.

Esperamos uma atitude mais responsável da atual gestão, buscando primeiramente parcelar a divida absurda já existente, bem como cumprir com o básico que se espera de uma administração séria: honrar seus compromissos e pagar mensalmente sua conta de luz. Como fazemos nas nossas casas. Assim, nossos munícipes não mais terão que passar por novos cortes e mais transtornos.

À população, informamos que estaremos vigilantes sempre. Para dar publicidade a vocês, deixo aqui a lista de todos os débitos mencionados, bem como e-mail recebido da Celpe.
Leia-se

Dr. Edézio Ferreira
Pré candidato a prefeito de Bom Conselho

NOTA DO BLOG
Diante dos fatos relatados, perguntamos: Para que pagar taxa de iluminação, quando vemos a cidade às escuras?

Para que pagar IPTU, se vemos lixo acumulado na cidade, ruas esburacadas, esgoto a céu aberto?
É esse o Bom Conselho que o povo deseja por mais quatro anos, sem energia, totalmente abandonado?

No loteamento de Vavá, por exemplo, onde fica a redação desse blog, várias e várias ruas estão às escuras. Isso é tudo culpa da CELPE?

Se o povo for inteligente, nas próximas eleições municipais, outubro ou dezembro, deve-se dar uma resposta a altura para quem brinca de gestão. 
Se acham que o povo não pensa, o povo pensa.
Pense nisso!

Nenhum comentário: