CAVERNA DO DEDA: LUGAR CHEIO DE HISTÓRIAS E UMA DAS BELEZAS NATURAIS DE PERNAMBUCO - CLÁUDIO ANDRÉ - O POETA

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

segunda-feira, 8 de abril de 2019

CAVERNA DO DEDA: LUGAR CHEIO DE HISTÓRIAS E UMA DAS BELEZAS NATURAIS DE PERNAMBUCO

A famosa caverna do Deda está há 3,5 km de distância do povoado de Serra Negra, zona rural de Bezerros, agreste de Pernambuco. Não falta visitantes. Uma família estava adentrando a caverna quando estivemos visitando a caverna do Deda.

Banquinho da praça em frente a Caverna do Deda
A Serra Negra é um complexo turístico com mais de 20 pontos de visitação onde se destacam trilhas e a conhecida caverna do Deda, nome dado em homenagem ao já falecido herdeiro do Major Manuel Laurentino que adquiriu as terras nos meados do século XVII, para o cultivo do café e da Banana. Deda Laurentino teve 25 filhos, trabalhou sempre na roça e veio a falecer com 80 anos de idade.

Na década de 80, mais precisamente em 1985, foi quando começou o turismo em Serra Negra. O senhor José Estelita Laurentino, mais conhecido por Deda Laurentino, filho do major Manuel Laurentino, era chamado por esse nome por amigos dos seus filhos que estudavam no município de Bezerros para tomar banho de açude e saborear frutas da região, além de apreciarem a beleza cênica do Lugar. 

A caverna, na realidade um grande afloramento em rocha cristalina, destacando-se ainda por seu mirante localizado em um dos pontos mais altos de Serra Negra, com cerca de 960 metros de altitude e de aproximadamente 400 m de altura em relação à cidade de Bezerros, terra do Papangu.

O que se chama caverna, na verdade, é uma gruta pois tem uma saída. Ela tem um metro de diâmetro, sete metros de altura, sete de largura e 25 metros de extensão. A passagem por ela é um pouco estreita no começo e escura. Existem morcegos dentro, mas, calma, eles ficam em uma área mais longe e não incomodam.

Para que eu pudesse sair nessa imagem dentro da caverna, foi preciso ligar o flash da câmera, caso contrário, você não iriam me ver. A entrada é estreita, temos que nos agachar, mas, quando adentramos, encontramos um salão imenso, com paredões rochosos e paredes frias... Até que o tempo que demorei dentro da caverna não vi morcegos, nem outros tipos de insetos, animais...

O ramo da ciência que estuda cavernas é a Espeleologia
Os espeleotemas são as formações rochosas originadas pela dissolução de minerais e sua recristalização, ou seja, o seu retorno a cristais em várias partes da caverna, sendo os espeleotemas mais comuns a estalactities, as estalagmites e as colunas.
O termo caverna refere-se a qualquer cavidade natural em rocha com dimensões que permitem o acesso a seres humanos e podem ser classificadas como, abrigo, fosso, toca e abismo. 
Segundo o Dicionário Geológico-Geomorfológico (GUERRA, 2003) caverna e gruta são a mesma coisa, ou seja, uma cavidade que possui formas variadas e que aparecem com frequência  em rochas calcárias ou em arenitos de cimento calcário. Esses buracos são formados pela dissolução do carbonato de cálcio pela água. 

A origem das cavernas está na dissolução das rochas se são comuns em áreas onde encontramos rochas carbonáticas como mármores e calcários.

Em frente a entrada da Caverna do Deda, há uma plantação de pau-brasil, uma praça arborizada e um balanço que faz você voltar a sua infância... Por alguns instantes voltei a ser criança, se balançar no balanço (mesmo com redundância), foi um momento único... Qualquer pessoa pode viver essa experiência.

Depois de alguns minutos de balanço, atravessei a caverna do Deda e fiz um rapel por uma trilha muito ingrime para chegar ao mirante da caverna. Lá, chegamos aos 960 metros de altitude acima do nível do mar, onde pudemos avistar pelo menos umas cinco cidades que ficam no entorno da terra dos Papangus...
Essa é a parte externa da caverna. Longe vemos sua simplicidade rodeada de vegetação ripária.

Quando você já está saindo da caverna tem essa visibilidade
A Serra Negra é um complexo turístico com mais de 20 pontos de visitação onde se destacam trilhas e a conhecida caverna do Deda, nome dado em homenagem ao já falecido herdeiro do Major Manuel Laurentino que adquiriu as terras nos meados do século XVII, para o cultivo do café e da Banana.

Com essa é a terceira caverna que vivo essa experiência. A caverna do Deda é uma experiência diferenciada por toda sua história e importância. Dos 25 filhos, apenas 14 estão vivos e 02 cuidam da caverna.

É assunto para a próxima postagem...

PATROCÍNIO










Nenhum comentário:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE