A PEDRA DO MORCEGO E O NOVO PERNAMBUCO FICAM NA FRONTEIRA DA PB/PE - CLÁUDIO ANDRÉ - O POETA

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

domingo, 4 de novembro de 2018

A PEDRA DO MORCEGO E O NOVO PERNAMBUCO FICAM NA FRONTEIRA DA PB/PE

A pedra e caverna do Morcego ficam numa comunidade que tem dois nomes (Silvestre e Novo Pernambuco) e divide dois estados (Pernambuco e Paraíba). Uma aventura chegar por lá, mas vale apena.

Os comunicadores, Cosmo Queiroz (Flores), Cláudio André O Poeta (Bom Conselho) e Carlinhos do Alto (Flores), estiveram visitando na tarde desse último sábado, 03/11, o povoado de Novo Pernambuco, localizado na zona rural de Carnaíba, sertão do Pajeú. Interessante, que essa comunidade que tem em torno de 200 famílias, a rua principal divide a comunidade em dois estados. Para quem chega pela estrada de acesso a Tavares, o lado direito pertence a Carnaíba/PE, do outro lado pertence ao município de Tavares/PB.

Quem está na comunidade de Novo Pernambuco e deseja conhecer a pedra do Morcego, antes de chegar até lá, tem essa vista de baixo pra cima. Um percusso de menos de 30 minutos por dentro da vegetação de caatinga é possível conhecer as belezas naturais e as geoformas de várias rochas, como por exemplo, a pedra da Tartaruga.

Por esse ângulo, podemos ver uma gigantesca rocha granítica com sua exuberante geoforma de Tartaruga. O acesso é fácil, serve como ponto turístico, mas, pelo que vimos in loco, pelo jeito as autoridades do município de Carnaíba/PE e Tavares/PB, não estão preocupados.

Já diz a música de Gonzaguinha, "minha vida é andar por esse País, pra ver se um dia descanso feliz, guardando as recordações, das terras por passei"... E assim, mais uma trilha pude realizar, dessa vez no sertão da Paraíba. Por esse lugar andei, passei e cheguei a pedra do Morcego, na divisa dos estados de PE/PB.

Rochas escoradas em outras rochas menores, macambiras em cima das rochas, vegetação de caatinga por todos os lados e em baixo uma simples comunidade rural. Interessante, que nesse lugar, você fica tão a vontade e ao mesmo tempo num sabe onde está pisando, se em solo paraibano ou pernambucano.

Nessas rochas há marcas do homem pré-histórico, onde gravuras rupestres são encontradas facilmente entre as pedras, inclusive, uma caverna.

Por essa imagem, pode-se perceber o tipo de vegetação na divisa do município de Carnaíba, no Sertão do estado de Pernambuco, com o município de Tavares, no interior Paraibano.
Pode não parecer, mas, nessa região tem paisagens que retratam como é a vida do sertanejo onde em sua maior parte é pertencente ao município de Carnaíba.

De cima da pedra do Morcego, em Novo Pernambuco, você tem uma vista panorâmica das paisagens que ficam do povoado do Silvestre, de Tavares-PB. Ambas as localidades  dividem os dois estados nordestinos. Andando pelas ruas calçadas e com pouca arborização, tem momento que você está pisando na Paraíba e consequentemente, no estado de Pernambuco, até os moradores mais antigos ainda se confundem.

Nessa região, o lençol freático tem muita água acumulada, a prova disso é a vista que temos da serra Colônia, toda cheia de pedregulho e rochas com a cor de calcário, onde possivelmente há produtos minerais ou fósseis com valor econômico considerado, de uma vez que pode ser encontrado no solo ou subsolo.

Por esse ângulo essa pedra tem a geoforma de uma Tartaruga (veja o formato da cabeça). É como se a tartaruga quisesse entrar debaixo de uma rocha e fugir do calor. Tudo é imaginação, somente indo in loco que você compreenderá essa obra de arte feita pelas mãos do Criador do Universo, não outra explicação.

Veja o acabamento dessa rocha... Há marcas de pinturas rupestres e uma camada áspera e quando os raios do por sol batem, aos poucos essa pedra vai ficando avermelhada.

Três horas da tarde, abaixo dos meus pés uma caverna e para chegar a esse ponto foi desafiante, em compensação, a vista panorâmica e a energia positiva que o lugar transmitiu nos deixou energizado, cabeça e mente sã.

Vida de pesquisador, trilheiro e estudante após os 40 não é mole, não. Estudar geologia e entender como onde pisamos foi gerado, superficialmente, no imaginário pode até ser fácil, mas, vamos a prática... Em cada trilha, uma aventura, em cada aventura, novas aprendizagens e assim a vida segue para um próximo e valoroso passo profissional.

A serra da Colônia está exatamente no município de Carnaíba, em pleno sertão do Pajeú. Mesmo registrando altas temperaturas, o subsolo tem contenção de muita água.

O homem pré-histórico viveu nessa região e deixou suas marcas. Veja que nesse local que há rochas de vários tipos e tamanhos, se escorando entre si. É provável que os moradores dessa localidade ainda não entenda o valor histórico e geológico da caverna e pedra do Morcego em Novo Pernambuco.

Como explicar que o feijão de corda debaixo de um sol escaldante ainda esteja com sua folhagem tão verdinha e cheia de bagens. Esse lugar fica do lado de Tavares, terra do Feijão, no sertão da Paraíba.

De cima enxerga-se melhor. Subi os 30 metros de altura da Pedra do Morcego. Pude presenciar um lindo por do sol em terras paraibanas.

Acompanhado de amigos de longas datas, pude nessa nova trilha, fazer um trabalho diferenciado. As rochas que encontramos tem muitos linques (purificadores do ar), quando os raios do sol batem, criam um colorido especial, deixando o meio ambiente ainda mais exuberante.

A fadiga do corpo bateu, mas, a do espírito, não. De cima dessa rocha pude fazer uma autorreflexão, compreender que as oportunidades que Deus nos da são únicas, ninguém tira de você. Com essa nova etapa profissional que estou vivenciando, faz-no enxergar o horizonte bem mais perto e mais saudável.

Nessa segunda reportagem, fiz questão de compartilhar toda essa experiência vivenciada na fronteira dos estados de Pernambuco... 
A saga continua na próxima postagem. 
Aguardem!

ESSA VIAGEM TEVE O PATROCÍNIO DOS SEGUINTES PARCEIROS DO PROJETO POETA  VIAGENS E AVENTURAS








Nenhum comentário:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE