Bottom Article Ad

ATENDIMENTO NO COMÉRCIO DE BOM CONSELHO PRECISA MELHORAR MUITO

Paróquia Jesus, Maria e José
Foto: Claudio André O Poeta

Fico achando interessante certos e determinados donos de comércio de Bom Conselho. Reclamam que não tem clientes e os que chegam em tais estabelecimentos, são mal atendidos. Reclamam que muita gente sai da cidade para comprar em Garanhuns, por exemplo, mas não sabem agradar os que chegam em seus estabelecimentos comerciais. 


Dias atrás, fui em algumas lojas de Garanhuns e o atendimento ainda é bem pior, ou seja, o cliente fica no mato "sem cachorro".

Mas voltando a falar sobre comércio da terra de Papacaça, conta-se nos dedos das mãos, onde o atendimento é aceitável e agrada os clientes. Outra coisa, tem comerciário, que está na loja ou outra casa comercial, como se fosse obrigado. Fica pendurado no "zap zap" e não da a devida atenção aos clientes, depois quando é demitido, fica reclamando da sorte.

Mas há os casos onde os funcionários são abnegados, dedicam-se a empresa, porém não são reconhecidos devidamente. É bom lembrar que ser reconhecido é uma coisa, "babar", "puxar saco", "lamber botas", é totalmente diferente. Mas na verdade, tem gente que adora esse tipo de expediente.

Quando se fala em prestação de serviço, aí é que o "nó é cego". Existem prestadores de serviços que não exercem a função devida. Prometem e não cumprem. Quando vão fazer o serviço, ainda faz mal feito.

São poucas as lojas de Bom Conselho que tem um atendimento de qualidade. Basta fazer uma pesquisa de "satisfação do cliente" e verás se estou mentindo.

Em síntese, precisa-se uma qualificação profissional geral no comércio de Bom Conselho. Essa é uma opinião como consumidor, ou não posso falar?

Aqui, nesse blog, o compromisso é com a INFORMAÇÃO e ponto.

Tão logo publiquei esse post, chegou a seguinte opinião de um leitor do blog.

Postar um comentário

0 Comentários