ECOTURISMO: CONHEÇA O CALDEIRÃO DE PEDRA, UMA DAS MARAVILHAS DO VALE DO CAFUNDÓ/PE - CLÁUDIO ANDRÉ - O POETA

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

terça-feira, 10 de abril de 2018

ECOTURISMO: CONHEÇA O CALDEIRÃO DE PEDRA, UMA DAS MARAVILHAS DO VALE DO CAFUNDÓ/PE

Nesse tour pelo sertão do Pajeú do estado de Pernambuco, nos deparamos com essa beleza natural na zona rural do município de Flores. Entre rochas, um caldeirão cheio d'água, coberto por uma folhagem verde, deixando a paisagem ainda mais fascinante.
Desse ponto, de cima de uma rocha de 50 metros de altura, tivemos uma visão panorâmica do Vale do Cafundó. No meio, um riacho, que passa entre as serras. Quando não tem água no leito do riacho, serve como roçado, onde trabalhadores rurais da região, planta o nosso conhecido FEIJÃO DE CORDA.
Por esse ângulo, conota-se que o "Caldeirão de Pedra" tem um formato de coração. A água que foi parar dentro desse caldeirão de pedra é fruto da chuva que caiu nos últimos dias. Mas, pudemos observar que não existe passagem para a água escorrer, portanto, com  as altas temperaturas, a água acumulada desaparece por evaporação.

No meio do Vale do Cafundó, você pode encontrar mini-cavernas com pinturas rupestres, arte do homem pré-histórico nessa região. A fauna e a flora nesse local, são muito ricos. 

Por alguns instantes me senti o "Homem das Cavernas". Para todos os lados a beleza natural aflora aos nossos olhos. Serras, rochas, vegetação, clima, enfim, tudo a favor do homem, basta apenas que aprenda a proteger o meio ambiente. Há muito desmatamento nesses locais.
Do alto de uma rocha paralela, pudemos perceber o quanto o meio ambiente deve ser cuidado ainda mais pela mão humana. O Vale do Cafundó é um lugar encantador. Há uma biodiversidade de vidas entre rochas e vegetação de caatinga.

Nos aventurar por esses sertões tem mudado nossa qualidade de vida. Na verdade, é uma terapia ao ar livre. Enquanto tem pessoas que param os carros nas praças para falar da vida alheia, deveriam fazer algo salutar, pegar a família e procurar conhecer um lugar maravilhoso como esse.
Com meus amigos radialista e blogueiro, Carlinhos do Alto e o Cosmo Queiroz, que fez esse registro, pudemos vivenciar momentos de muita paz e harmonia num lugar que vemos que somente a Mão de Deus é que faz lugares assim. Interessante, que são poucas as pessoas do município de Flores que conhece esse Vale do Cafundó.
Isso foi só a metade do caminho que percorremos até chegar a Casa de Pedra... 
Aguarde a próxima postagem...

PATROCÍNIO

Nenhum comentário: