Homem cria carro movido a óleo de fritura que permite fazer até 10km por litro


Você não sabe como descartar óleo vegetal e acabar colocando potes de óleo usados ou mesmo jogá-lo pelo ralo contaminando águas, ecossistemas aquáticos e solo, impermeabilizando a área? Saiba que é possível que esse óleo se torne um grande combustível para o seu carro, barato e baixo poluente.

O ecologista Paulo Roberto Lenhardt, morador do Rio Grande do Sul, foi pioneiro na instalação de um sistema que permite que o motor diesel seja movido a óleo vegetal. Ele começou a reciclar o óleo vegetal usado e adaptou seu motor S10, MWM 2.8 turbo, para trabalhar com este produto que seria descartado no futuro.

Essa ideia vai além da questão ambiental e sanitária causada pelo descarte inadequado de óleo vegetal. O óleo de cozinha usado é uma matéria-prima importante para um biocombustível de eficiência que pode ser comparado com o diesel comum.

O inventor viajou o mundo procurando alguns exemplos de uso de óleo vegetal em carros. Essa ideia está ligada aos princípios do Instituto de Agroecologia morro da Cutia, do qual faz parte, que é promover o desenvolvimento rural sustentável, por meio da agroecologia, e da educação ambiental, atuando regional, nacional e internacionalmente.

A partir daí, ele teve a ideia de substituir o uso de combustível fóssil extremamente poluente por um combustível sustentável.

Entre os benefícios do uso de óleo vegetal, ambientalistas destacam a redução de até 75% das emissões de gases de efeito estufa em relação aos combustíveis fósseis. Além da alta disponibilidade de óleos vegetais no Brasil também, isso também torna positivo o uso desse óleo como combustível. Outro benefício que pode ser citado é a possibilidade de autossuficiência de cada cidadão. 

Outro ponto a favor desse biocombustível é que ele lubrifica o motor, tende a aumentar sua vida útil, inclusive dificultando que a bomba injetora acabe entupida.

por Rede Brasil

Postar um comentário

0 Comentários