Líder não se impõe, compartilha conhecimentos

 

Diariamente, eu tenho a oportunidade e prazer de conversar com líderes de empresas dos mais diversos segmentos e tamanhos. Todos, sem exceção, sentem na pele o desafio diário de ser a referência e o farol para suas equipes. 

Não é uma tarefa fácil. Ser líder é estar constantemente numa vitrine, independentemente de qualquer situação. Esteja você num dia fácil ou difícil – se está em uma posição de liderança – saiba que cada movimento seu está sendo observado e absorvido pela equipe, podendo motivá-la ou desmotivá-la numa fração de segundos.

Nas últimas semanas, as redes sociais foram à loucura com a divulgação de uma planilha onde os profissionais do mercado de publicidade, anonimamente, compartilhavam os problemas que encontraram em cada experiência profissional, sem poupar detalhes e nem gestores. 

Todos sabem que a realidade das agências de publicidade muitas vezes apresenta condições de trabalho nem sempre fáceis: prazos sempre curtos, cargas de trabalho que adentram as madrugadas, informalidade. 

Alguns dias depois, uma figura conhecida deste mercado e dona de uma agência, escreve um texto público, no conceituado jornal “Meio e Mensagem”, rebatendo a atitude dos que prepararam a planilha com um texto chamado “Você já motivou seu chefe hoje?”. Para mim, o título (e o conteúdo) não poderiam ser mais descabidos.

Motivar seu chefe? Sinto informá-la, prezada gestora, mas é sim sua incumbência, função e responsabilidade motivar seus funcionários. A sua motivação virá dos resultados que estes funcionários, motivados, entregarão. 

Estar na liderança é muito trabalho e pouco glamour, e não o contrário. Se alguém prometeu apenas (ou mais) glamour do que suor, te enganaram.  E vale informar que a motivação mais eficaz para uma equipe é o exemplo.

Esqueça os livros de auto ajuda, as palestras da internet, os vídeos motivacionais, os cartazes com imagens de águias voando em formação. Comece pelo mais simples, mais eficaz, e ao mesmo tempo o mais difícil: seu exemplo. Cuide para que suas atitudes estejam de acordo com o clima organizacional que você deseja na sua empresa.

Quer comprometimento? Seja o mais comprometido.
Quer pontualidade? Seja o mais pontual.
Quer empolgação e otimismo? Seja empolgado e otimista.

“Ah, mas eu sou o chefe, posso ser como quiser” – por favor, se algum dia você pensou algo parecido com isso, esqueça completamente e mude rapidamente. Porque do contrário você vai acabar sozinho, procurando algum funcionário que o motive, enquanto estes funcionários estão sendo motivados por outro líder em algum lugar.

Texto Internet

Postar um comentário

0 Comentários