Bottom Article Ad


Polícia Militar encerra diversas festas clandestinas



Polícia Militar de Alagoas encerrou diversas festas entre a noite de sábado (4) e madrugada deste domingo na região metropolitana de Maceió. Mesmo com o último decreto do governo estadual diminuindo as restrições, as festas extrapolaram e tinham um número muito maior de participantes do que o permitido. 

De acordo com o Comando de Policiamento da Capital (CPC), entre sábado e o início do domingo, foram mais de 1000 ocorrências atendidas pelo Centro de Operações Policiais Militares, entre elas perturbação do sossego alheio, violência doméstica, elementos presos em virtude de envolvimento em homicídio, tentativas de homicídio, aglomerações, embriaguez ao volante, dentre outras.

Rio Largo

Em Rio Largo, foi encerrada uma festa com mais de 400 pessoas na noite de sábado. De acordo com a Polícia Militar, uma famosa banda da Bahia tocava no sítio onde estava sendo realizado o evento clandestino. O sítio foi escolhido como local para não chamar atenção dos militares, mas os policiais do 8º Batalhão tomaram conhecimento e realizaram cerco para cumprir o decreto estadual. 

O organizador foi detido e encaminhado à Central de Flagrantes, onde foi lavrado o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). Participaram da ação duas Forças Tarefa do 8º BPM e duas guarnições da Força Tática do 8º BPM.

Maceió

Na madrugada deste domingo (5), em trecho da rodovia AL-101 Norte, próximo ao posto de combustível no Mirante da Sereia, acontecia outra festa clandestina, desta vez em uma chácara. A ação da Polícia Militar aconteceu por volta das 3 da manhã. 

A PM recebeu denúncia de descumprimento do decreto governamental e do consumo e venda de drogas ilícitas. A Força Tática 1 e 2 do Batalhão de Polícia de Eventos (BPE) foi acionada pelo Copom para dar apoio às equipes do 4º BPM na verificação de denúncias na área do BPE.

Quando os militares chegaram ao local, a festa privada na referida chácara já estava terminando. Algumas abordagens foram realizadas no entorno, mas nada de ilícito foi encontrado. Os presentes foram dispersados e a festa encerrada. Das diversas festas clandestinas e aglomerações acabadas pela PM, na maioria delas os organizadores foram encaminhados à Central de flagrantes.

Fonte: Tribuna Hoje com assessoria / Texto: Bruno Martins

Postar um comentário

0 Comentários