Bottom Article Ad

DIA DO RADIALISTA TEM DUAS DATAS, 21 DE SETEMBRO E 07 DE NOVEMBRO

 

Muitos radialistas comemoram o dia de sua profissão nesta segunda-feira, 21 de setembro. A data 21 de setembro ficou conhecida no meio radiofônico como Dia do Radialista, porém uma lei alterou a data de comemoração oficial da categoria, passando para 7 de novembro.

A história do Dia do Radialista teve início em 1943, no Governo Getúlio Vargas. O então presidente sancionou uma Lei com a qual fixava um piso salarial, ou remuneração mínima para os profissionais da categoria.

“Consta que numa reunião realizada na Rádio Nacional teria sido decidida a escolha da data do referido decreto Lei, 21 de setembro, como referência para se comemorar o Dia do Radialista. Na primeira comemoração, todas as emissoras do Rio de Janeiro silenciaram. 

Os profissionais foram à rua participar de uma gincana com corridas de calhambeques e foi servido um churrasco na Quinta da Boa Vista”, informa a professora de radiojornalismo e pesquisadora Débora Lopez.

Com uma mudança imposta por uma lei federal em 2006, os radialistas passaram a ter duas datas para comemorar, além do tradicional Dia do Rádio (25 de setembro). 

O dia 21 de setembro virou uma data simbólica e 7 de novembro a oficial. A mudança aconteceu em decorrência a uma homenagem ao músico e radialista Ary Barroso.

Fonte: Tudo Rádio – ABERT

AGORA É COMIGO...

Infelizmente, o radialista no Brasil chegou a um tipo de expediente que muitas vezes envergonha a própria categoria, deixando de lado sua liberdade de expressão para agradar certos e determinados políticos e interesseiros do poder.

Muitos radialistas tornam-se bandeiras partidárias e de bajulismo para poder estarem em evidência. Esse é o lado negro do radialista. Defendo o radialista livre, o radialista que pensa por si e não faz negociatas.

Radialista é aquele que tem profissão reconhecida pelo Ministério das Comunicações, tem sua DRT, o resto é locutor e cuspidor de microfone.

Postar um comentário

0 Comentários