Bottom Article Ad


O PÔR DO SOL, A VEGETAÇÃO E OS ATRATIVOS TURÍSTICOS DA SERRA DA BAÊTA DE BOM CONSELHO

Para fazer um registro fotográfico desse deve-se ter no mínimo sensibilidade no olhar para a natureza. Foi assim que nos comportamos ao ver esse lindo pôr do sol na serra da Baêta, oeste do município de Bom Conselho.

Quando fazíamos uma pausa após fazermos uma trilha de 05 km. Enquanto estávamos descansando debaixo de uma frondosa jaqueira, essa novilha se aproximou mansamente... O que será que ela cochichou? (sic)


Não me canso de falar sobre a região oeste de Bom Conselho. Todas as vezes que visitamos as serras da Baêta e Grande, ficamos admirados com tanta beleza natural, com seus grotões, nascentes e vegetações.

Estive juntamente com seu Adenilson e o geógrafo José Fábio, fazendo pesquisas sobre o tipo de vegetação entre as serras da Baêta e Grande. 

Esse é o lado oposto da serra Grande, que tem uma altitude de 740 metros. Nesse trecho há um grotão que tem pelo menos duas nascentes que abastecem o rio Traipu.

O babaçu é uma planta nativa do Maranhão, Piauí e Tocantins, encontrei na serra da Baêta em Bom Conselho. Nessa região encontramos apenas dois pés dessa árvore. babaçu, também chamado bauaçubaguaçuauaçuaguaçuguaguaçuuauaçugebara-uçucoco-de-macacococo-de-palmeiracoco-naiácoco-pindoba e palha-branca.

O babaçu é uma espécie (Attalea speciosa) da família das palmeiras (Arecaceae), dotada de frutos drupáceos com sementes oleaginosas e comestíveis das quais se extrai um óleo, empregado sobretudo na alimentação, remédios, além de ser alvo de pesquisas avançadas para a fabricação de biocombustíveis

Não é todo dia que você encontra uma jaca madurinha e bem docinha. Nesse dia, comemos ao menos duas.

Vida de pesquisador tem esses momentos também. O lado oeste de Bom Conselho tem essas riquezas naturais. Há frutas como, jacas, mangas e outros.


O babaçu é uma palmeira robusta com estipe isolado (tronco ou caule) de até 20 metros de altura e de 25 a 44 centímetros de diâmetro, com 7 a 22 folhas medindo de 4 a 8 metros de comprimento. Essa da serra da Baêta fizemos uma medição, onde ela tem 40 centímetros de diâmetro e 21 metros de altura.

A Serra Grande é o berço do Rio Salgado, apresenta altitude de 850 metros de altitude na região do cruzeiro. No topo é possível encontrar pequenas formações geológicas de “marmitas”. 

Há rochas graníticas e vegetação de transição com presença de caatinga.  No Campo feito nesta serra foi observado o aumento da velocidade do vento e uma pequena redução da temperatura devido a altitude.

Humanos e animais podem viver em harmonia, sim.

A gênese de toda estrutura geomorfológica do relevo de Bom Conselho, assim como a Província   da Borborema no Geral, parece está ligada ao processo tectônico do desmantelamento de Gondwana, trata de um dobramento antigo.   Com o passar do tempo, os agentes exógenos foram modelando esse relevo até configurar o que  estamos vendo hoje na paisagem de nosso município, acrescenta o geógrafo José Fábio dos Santos.


Esse pé de jaqueira foi acometido por um fungo. Pelos sintomas da jaqueira, sugere-se a presença de uma doença conhecida como antracnose, causada pelo fungo Colletotrichum gloeosporiodes, que ataca o fruto em todos os estágios de desenvolvimento. A incidência do fungo é mais intensa nas regiões de clima quente e úmido.

O vale do Traipu fica numa região limítrofe com o município de Iati

Mesmo numa altitude de quase 800 metros, na serra da Baêta é comum encontrar plantios de roseiras.

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Parabéns, belo trabalho informativo. A beleza presente nos campos um encanto. Bem bom de ler, ver e ouvir.

    ResponderExcluir

"Os comentários publicados nas matérias não representam a opinião do Blog do Poeta, sendo a responsabilidade inteiramente de seus autores."