Bottom Article Ad

Crescimento de vendas on line durante a Pandemia



A crise do novo coronavírus tem causado efeitos significativos no mundo todo. Esses efeitos incluem, claro, os milhões de doentes e de mortos, mas também contextos significativos na nossa economia. De um lado, os danos são altos e sensíveis no mundo todo, com desemprego e alta e renda em queda. Em outros, no entanto, os resultados são particularmente surpreendentes, como o fato de que brasileiros fizeram mais compras online na pandemia.

Isso aconteceu de Norte a Sul do país, entre todas as faixas etárias, classes sociais e outras características. Ou seja: de fato o aumento nas compras online aconteceram por causa da pandemia do novo coronavírus. Mas como isso aconteceu? Quais foram os fatores que contribuíram para o crescimento do mercado de deliveries e compras online em 2020, durante a pandemia?

Se você quer saber porque os brasileiros fizeram mais compras online na pandemia? Então siga a leitura do artigo abaixo e veja alguns números específicos!

Por que brasileiros fizeram mais compras online na pandemia?: 4 números

1. Gastos com delivery cresceram 187%

O primeiro número que é interessante ter em mente em relação ao aumento dos gastos com delivery é, justamente, de quanto foi esse crescimento. Estamos falando de uma subida considerável ou de algo apenas numérico? Se fosse um valor próximo da inflação ou do crescimento populacional, poderíamos atrelar a explicação justamente a esse elemento, mas não: o aumento é muito acima desses fatores.

O crescimento com gastos com delivery em 2020 foi de 187%, praticamente o triplo do valor gasto nessa área em 2019. Muita coisa pode ser usada para explicar esse aumento, mas é claro que a presença das pessoas em casa, sem poder ir para restaurantes, foi um fator determinante. Basta ver, por exemplo, como as pessoas que trabalham em Home Office e continuaram recebendo vale-refeição passaram a usá-lo nos apps de entrega. Só isso já gera um grande aumento. 

Além disso, os aplicativos do tipo inovaram na quantidade de produtos à venda. Hoje em dia, por exemplo, é possível encontrar suas lojas favoritas em Rappi e conseguir comprar de tudo lá, desde supermercado e farmácia até video-games, passando por celulares, roupas e equipamentos esportivos. Tudo isso entregue em 1 hora na sua casa.

2. Supermercados cresceram 9,36% em 2020

Outro fator que ajuda a explicar o aumento do faturamento de deliveries durante o ano de 2020 é o crescimento do faturamento de supermercados em geral. Afinal, agora que praticamente todos os apps de entrega contam com função de fazer mercado, qualquer variação nesse segmento causa um impacto nas empresas de delivery.

Como 2020 foi um ótimo ano para supermercados (não poderia ser diferente com as pessoas mais tempo em casa), isso se refletiu no uso dos aplicativos de entrega. Aliás, até mesmo pessoas que nunca usariam um app de delivery antes acabaram baixando e usando para fazer as compras do mês.

3. Rappi inova com entrega de e-commerce em 1 hora

Como mencionado anteriormente, algumas inovações dos aplicativos surpreendem e fazem com que as pessoas usem mais os deliveries do que antes. Um exemplo simples é o shopping digital do Rappi, anunciado recentemente.

De acordo com a empresa, o seu shopping digital funciona justamente como um shopping real: existem várias lojas, cada uma com o seu produto. O usuário pode escolher à vontade e comprar, que os entregadores irão recolher o produto separado pela loja e entregar na casa do consumidor em até 1 hora.

O grande lance dessa estratégia inovadora é o fato de remover o prazo do frete para quem compra em e-commerces. Por exemplo, você pode ir até um e-commerce para comprar, digamos, uma bola de futebol oficial da Adidas. No site, o frete de R$15,00 entrega o item na sua casa em 2 dias úteis. No app, a compra é feita diretamente na loja da Decathlon, por exemplo, e a entrega é em 1 hora, por um preço inferior ao do frete.

Com isso, o Rappi mudou a maneira como os e-commerces funcionam e inovou na área. Por exemplo, o recurso só está válido em São Paulo, mas em breve estará para outras cidades do país.

4. Mais de 15 milhões de brasileiros pegaram Covid-19

Por fim, existe um número avassalador que explica a preferência dos brasileiros por delivery: 15 milhões. Esse é o total registrado de brasileiros que pegaram o novo coronavírus, dos quais mais de 400 mil morreram.

Esses números assustam, claro, e são poderosos motivadores para as pessoas ficarem em casa. Quanto mais tempo em casa,  maior a chance de pedir um delivery para ter algum tipo de evento diferente em casa.

Pronto! Esses são alguns dos números que explicam porque os brasileiros fizeram mais compras online na pandemia: a maior parte das compras que antes eram presenciais passaram a ser digitais, de modo a se prevenir da crise. É claro que nem tudo foi substituído, mas grande parte das pessoas passou a fazer o máximo possível pelo aplicativo ou site e o mínimo possível presencialmente.

Postar um comentário

0 Comentários