Bottom Article Ad

A SERRA PELADA E AS NASCENTES PERENES DO VALE DA MARCELINA QUE VOCÊ AINDA NÃO CONHECE

A caminhada que fizemos pelo vale da Marcelina fez-nos conhecer uma região muito rica, quando se fala em potencial turístico e na produção de fruticultura.

A serra pelada que tem mais de 01 km de comprimento e uma altitude de 886 metros acima do nível do mar é um grande atrativo turístico do sítio Marcelina.

Por essa região dos sítios Brito e Marcelina é comum encontrar manifestação da natureza, como por exemplo, o aparecimento de neblina e a queda de temperatura repentinamente.

Esse rochedo granítico com desgaste químico e físico serviu de abrigo para o gado que existiu na região. Segundo moradores, no passado existia uma nascente, que hoje está entupida por sedimentos.

Por esse ângulo está a serra do Boqueirão e logo abaixo está a comunidade da Mata Verde, todos na região sul de Bom Conselho.

Neblina, névoa ou bruma é uma nuvem em contato com ou próxima do solo. É formada quando há a condensação da água evaporada. 


No vale da Marcelina há rica produção de jaca, banana, goiaba, acerola, manga, seriguela e tantas outras frutas. O lençol freático é muito rico na região.

Em todo o vale da Marcelina há córrego e nascentes de água cristalina e ideal para o consumo humano.



Em praticamente todas as propriedades na região da Marcelina há reservas de mata, ajudando ainda mais na qualidade do clima.


O ano todo o verde permanece ativo. As nascentes nunca secam e deixam o ambiente ainda mais bonito. Essa propriedade é do senhor Antônio Fernandes que gentilmente cedeu seu trabalhador Zé Maria para nos acompanhar durante a trilha.

Na serra Pelada há uma nascente perene que inclusive abastece as residências do entorno da serra. Chegar aos 886 metros de altitude foi uma grande aventura e uma experiência sensacional.

Postar um comentário

0 Comentários