Bottom Article Ad

Vacina da Pfizer é aprovada no Reino Unido e estará disponível na próxima semana

O Reino Unido se tornou o primeiro país do mundo a aprovar a vacina da Pfizer/BioNTech, nesta quarta-feira (2), um passo “histórico” na luta contra a covid-19, que continua batendo recordes de mortalidade nos Estados Unidos

O governo britânico anunciou que a vacina, que atende a “padrões rígidos de segurança, qualidade e eficácia”, estará disponível a partir da próxima semana no país mais atingido da Europa, com 59.000 mortes confirmadas por covid-19.

A Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos Sanitários do Reino Unido (MHRA) garantiu que, apesar da rapidez de sua aprovação, o processo se deu, respeitando-se todos os protocolos e sem precipitação.

A autorização do regulador britânico é um “momento histórico”, segundo o presidente do laboratório americano Pfizer, Albert Bourla, que desenvolve este projeto com o alemão BioNTech.

Esta é uma notícia “fantástica”, tuitou o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson.

Desta forma, o Reino Unido passa à frente de todos os outros países ocidentais e, especialmente, de seus vizinhos da UE.

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) afirmou que dará seu parecer em 29 de dezembro, “no mais tardar”, sobre esta vacina e, em 12 de janeiro, sobre a da concorrente americana Moderna, ambas com eficácia perto de 95%. AFP

Postar um comentário

0 Comentários