A DOR DE DENTE por Alexandre Tenório - CLÁUDIO ANDRÉ - O POETA

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

sexta-feira, 6 de novembro de 2020

A DOR DE DENTE por Alexandre Tenório



COLUNA ENSAIO GERAL

DOR DE DENTE

Na campanha de Dr. Daniel e Dr. Zenício para prefeito e vice em 2000, foi iniciada um ano antes das eleições, precisamente em setembro. Toda palestra que nós íamos fazer, quando terminava o falatório, os médicos iam receitar as pessoas e Dr. José Tenório (dentista) ia arrancar dente.

Com isto as nossas palestras eram bem concorridas. Fomos fazer uma destas palestras pelas as bandas de Logradouro dos Leões, na terra de seu Zé Chico. Quando chegamos lá seu Zé tinha saído, porém tinha deixado tudo pronto, lugar aonde os médicos iriam receitar e também o lugar onde Dr. José Tenório ia arrancar os dentes.

Terminou a palestra, foi a vez dos médicos e o dentista entrar em ação. Dr. José Tenório colocou 10 pacientes sentados em cadeiras ou bancos e anestesiou todos, pois, não podia perder tempo. Arrancava o dente de um, vinha o outro já anestesiado e assim por diante, então chega seu Zé Chico e como estava com um dente doendo sentou numa das cadeiras que havia esvaziado, a fila foi andando e quando chegou a vez de seu Zé Chico, Zé Tenório pergunta qual é o dente que está doendo seu Zé indica o dente, depois disto ouve-se um grande  grito e ver-se Dr. José Tenório com um dente na mão e seu Zé se contorcendo de dor, ou seja, foi arrancado o dente cru sem anestesia, este foi o presente dos doutores para o anfitrião. Seu José nos deixou a pouco tempo, vai aqui a minha homenagem a este bom-conselhense que sempre foi um homem de bem.

Texto: Alexandre Tenório

Nenhum comentário: