Professores da rede estadual de Pernambuco encerram greve - CLÁUDIO ANDRÉ - O POETA

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

sexta-feira, 23 de outubro de 2020

Professores da rede estadual de Pernambuco encerram greve

 

Escola EREM Maria Cavalcanti Nunes - Nova Petrolândia (Foto: Assis Ramalho/BlogAR)

Após três dias de greve, os professores da rede estadual de Pernambuco decidiram em assembleia remota, nesta sexta-feira (23), encerrar a paralisação. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe), a medida acata a decisão judicial do desembargador Fábio Eugênio Dantas Oliveira Lima, que, na terça-feira (20), determinou multa de R$ 100 mil por dia de greve. Assim, a categoria vai retomar as aulas presenciais.

O Sintepe reforça que, apesar do fim da paralisação, a entidade segue mobilizada e investiga as condições sanitárias das escolas. Dos mais de 1.200 participantes da assembleia, 76% aprovou o fim da greve, 20% foi contra esta decisão e 5% se absteve. Na reunião, ainda foi anunciado um índice de 40% de adesão à paralisação por parte dos profissionais.

Na discussão, o clima foi de insatisfação e críticas às medidas de flexibilização tomadas pelo Governo do Estado para abertura das escolas em meio à pandemia. Os profissionais alegam que não há segurança sanitária para o retorno das atividades nas escolas por conta da pandemia.

Os professores estavam paralisados desde quarta-feira (21), data da reabertura das escolas estaduais para os 81 mil estudantes do 3º ano do Ensino Médio. Na próxima semana será marcada uma nova assembleia da categoria.

Desta forma, segue mantido o cronograma divulgado pela Secretaria de Educação para o retorno às aulas presenciais. Na próxima terça-feira (27), voltam às escolas os estudantes do 2º ano do Ensino Médio e, em 3 de novembro, os alunos do 1º ano.

As aulas presenciais da Educação Infantil e do Ensino Fundamental seguem suspensas até, pelo menos, 31 de outubro.

Por Folha de Pernambuco

Nenhum comentário: