TURISMO: CACHOEIRA DO POÇO ESCURO, PEDRA DO ABISMO, CUME DA SERRA GRANDE E OS VALES DO SALGADINHO E TRAIPU - CLÁUDIO ANDRÉ - O POETA

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

terça-feira, 4 de agosto de 2020

TURISMO: CACHOEIRA DO POÇO ESCURO, PEDRA DO ABISMO, CUME DA SERRA GRANDE E OS VALES DO SALGADINHO E TRAIPU

A cachoeira do Poço Escuro, mesmo sendo temporária, todo o seu entorno é um lugar que merece todos os holofotes, pela sua localização e sua geoformação. 
Estamos fazendo um estudo sobre esse atrativo turístico que há milhões de anos foi escavado pela força da água e rotação do vento, já que a cachoeira fica no leito do rio Salgadinho. 
Falta ainda a consciência dos humanos para que ao chegarem no local, não deixem lixo acumulado no leito do rio Salgadinho e dentro da cachoeira.

O geógrafo José Fábio Santos, que esteve recentemente comigo visitando mais uma vez a Cachoeira do Poço Escuro, localizada dentro do Vale do Salgadinho, em sua base de pesquisa, relatou que a cachoeira é uma cratera que foi desenvolvida pelo intemperismo físico ao longo de milhões de anos. As rochas graníticas desgastadas ainda passam pelo processamento do intemperismo, pois além da água, o vento bate nos paredões rochosos e vão desgastando as rochas, que por sua vez vão se desgastando e ficando com fraturas expostas.

Enquanto caminhávamos rumo a cachoeira do Poço Escuro, pudemos ver que a mata ciliar que fica nas laterais do meandro do rio Salgadinho, torna-se num santuário ecológico, devido a quantidade de aves que ficam usufruindo do lugar, como por exemplo, garças e outros tipos de pássaros.

Percebam que essa FEIÇÃO GEOLÓGICA, está cravada no lado oeste da serra Grande num maciço rochoso granítico. O que intriga é como essa arte em forma de mulher conseguiu forma-se no lado de declive da rocha. A camada mais clara é um sedimento que se reflete no sol provocando a imaginação da criação de uma mulher, onde na parte mais escura, seriam as pernas. Como esta rodeada de gravatas, faz com que essa arte rochosa prevaleça por milhares de anos. 

Com uma turma de trilheiros estivemos conhecendo o lado oeste da serra Grande, onde existe além da camada rochosa, o verdadeiro brejo de altitude. Interessante que cima da serra há uma vegetação de transição, a mistura de vegetação de caatinga e resquício de mata atlântica.

De cima da serra Grande, já no lado oposto, pudemos fazer essa imagem do distrito de Logradouro do Leões, próximo a linha limítrofe com o município de Minador do Negrão, agreste de Alagoas.

Por essa imagem acima, pergunto: Quem chegou a esse local primeiro? A jaqueira-selvagem ou o rochedo granítico? Encontramos essa manifestação geológica na lateral da serra Grande, distante 10 km do centro de Bom Conselho. 

Somente a imagem não nos contenta. Por esse ângulo, consegui capitar três importantes lugares geológicos do lado oeste de Bom Conselho.

Costumo dizer que o céu é o limite. Com essa turma não tem tempo ruim. Jeison, Flávia, Daniel, Adenilson e Cláudio André, o que todos tem em comum? Valorização pela natureza.

A gente caminha, caminha, caminha... Mas tem hora que devemos parar, respirar fundo, sugar a energia positiva trazida pelo vento e contemplar a obra do Divino.

Pouca gente conhece esse lugar. Foi através do senhor Adenilson (roupa do exército), que fomos juntamente com os amigos Daniel, Flávia e Jeison, conhecer esse atrativo turístico da região oeste de Bom Conselho.

A pedra do Abismo está em outra camada rochosa que integra a serra Grande e pela sua altura foi colocado esse nome. Se por ventura você tiver medo de altura, recomendo que não chegue até ela. O vento bate em você com muita força de baixo para cima. Marca mais de 700 metros de altitude. Em compensação, a vista panorâmica de cima é sensacional!

Por alguns minutos fiquei em cima da Pedra do Abismo fazendo um momento de oração, sentindo o ar puro no rosto e contemplando uma beleza inigualável feita mão do Criador do universo.

O geógrafo Fábio Santos (camisa azul), esteve dando uma aula de campo sobre relevo, vegetação e geoformação da serra Grande e suas demais camadas rochosas.

Nessa imagem estou indicando a localização de dois vales, a esquerda está o Vale do Salgadinho e a direita, o Vale do Traipu. Por esses dois vales correm entre a serra Grande, de um lado o rio Salgadinho e no outro, o rio Traipu, que já no estado de Alagoas se entrelaçam e vão juntos se encontrar com o rio São Francisco.

Quando escalávamos um dos lados da serra Grande onde fica a Pedra do Abismo, encontrei vários pés de CANA-DE-MACACO, planta nativa onde tem brejo de altitude. Pelo que pesquisei, o caule dela é comestível e detém muita água. Cana-de-Macaco possui ação adstringente, antimicrobiana, anti-inflamatória, depurativa, diurética, emoliente, sudorífera e tônica, podendo ser utilizada para auxiliar no tratamento de diversas situações, como por exemplo: Inflamação na uretra; Úlceras; Infecções urinárias.

No cume da serra Grande, encontramos um lino pé de caraibeira. caraibeira é uma árvore do serrado que tem belas flores amarelas no período que floresce, que preenchem sua copa em certas épocas do ano, sua casca é usada como remédio para problemas estomacais e contra vermes, e seu nome científico é Tabebuia aurea.

Para se ter imagens marcantes é necessário estar em lugares certos. Enquanto caminhávamos sobre a formação rochosa da serra Grande pudemos enxergar e registrar toda essa cordilheira na linha limítrofe com o estado de Alagoas.

A advogado Flávia Carvalho que gosta de fazer trilhas ecológicas e que tem experiência em viagens internacionais, encantou-se com o lado oeste de Bom Conselho. Está no cume da serra Grande enxerga um horizonte ainda inexplorado.

Agradecer, somente a agradecer a Deus por pisar num lugar inesquecível, é terapia que faz bem a alma. Os praticantes de montanhismo sabem muito bem que falamos. Por fim, estamos mostrando uma Bom Conselho que muita gente não conhece, afinal isso está no idealismo do projeto Poeta Viagens e Aventura.

PATROCINADORES





Nenhum comentário: