BR-424: UMA RODOVIA PERIGOSA E COM HISTÓRICO DE MUITOS ACIDENTES AUTOMOBILÍSTICOS - CLÁUDIO ANDRÉ - O POETA

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

quarta-feira, 9 de outubro de 2019

BR-424: UMA RODOVIA PERIGOSA E COM HISTÓRICO DE MUITOS ACIDENTES AUTOMOBILÍSTICOS

Quem trafega pela BR-424 sentido ao sertão do Pajeú de Pernambuco, deve ter atenção redobrada por alguns motivos, entre eles, a grande quantidade de curvas sinuosas.

Um dos trechos mais perigosos da BR-424 é quando está descendo ou subindo a serra do Tará que pertence ao município de Venturosa.

Mesmo bem sinalizada, a BR-424 tem seus perigos e os motoristas devem ter atenção redobrada. Nesse trecho já foram registrados vários acidentes deixando vítimas fatais e feridos.

Quem passa nesse momento pela BR-424, que tem início na entrada do município de Correntes e segue até Arcoverde, que é o portal de entrada para o sertão do Pajeú, vai encontrar uma paisagem muito seca devido a falta de chuvas nesse período.

Quando passei nesse trecho, por volta do mês de junho/julho, a vegetação estava verdinha por que naquele período estava chovendo. Nesse ponto começa a descida da Serra do Tará que perdura por quase 10 km de curvas sinuosas e o trecho é bem estreito.

Nenhum comentário:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE