Jovens mobilizam o planeta em defesa do clima (por Piúta) - CLÁUDIO ANDRÉ - O POETA

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

terça-feira, 24 de setembro de 2019

Jovens mobilizam o planeta em defesa do clima (por Piúta)


Alexandre Piúta

Greta Thunberg, uma garota de 16 anos nascida na Suécia, mobilizou o planeta nesta semana sobre a necessidade de ações para diminuir os impactos causados pelas ações dos seres humanos. Ela tomou conta da cena antes mesmo do início da conferência da ONU sobre a clima começar.
 

Greta conta que se conscientizou sobre o aquecimento global e a falta de ações dos adultos aos oito anos. Convencida sobre a necessidade de ação iniciou, aos 11 anos, a militância pública em favor do clima indo todas as sextas-feiras protestar sozinha na sua cidade, movimento que ganhou apoio global pelas redes sociais. No ano passado aos 15 anos, correu o mundo sua imagem protestando sozinha em frente ao parlamento sueco.

Na semana passada, dedicada a cúpula do clima pela ONU, muitos passaram a conhecer a garota de 16 anos que mobilizou o mundo em defesa de ações para proteger o clima. 

O seu chamamento foi seguido por cerca de 130 países, onde milhões de jovens foram às ruas protestar pedindo ações capazes de diminuir o aquecimento global. 

Na abertura da cúpula da ONU, no último sábado, ela foi firme ao afirmar que “os jovens são uma força "imparável" em pressionar os líderes mundiais a agirem sobre as mudanças climáticas”.

Sim, é verdade o que Greta diz. Pois a juventude tem energia para cobrar e impor força capaz de forçar líderes mundiais a mudarem o discurso e a irresponsabilidade com ações capazes de alterar o clima. A história é cheia de exemplos para mostrar que ideias transformadoras nascem em grande parte com os jovens.

Para falar dos efeitos do clima para a sociedade não precisamos ir longe. Nós do nordeste brasileiro vivemos isso a cada ciclo de chuvas. Na nossa cidade também sabemos disso. Mas, mesmo depois de sete anos de seca, ainda tratamos a questão climática como se fosse um tema a não ser pensado e2 que não temos de pensar como proteger áreas vitais para a preservação de mananciais.

Felizmente, temos pessoas como a pequena Greta Thunberg para, do alto de seu silêncio, gritar em um cartaz que dizia “greve escolar pelo clima”, grito que perpassou fronteiras e foi ao mundo nessa semana com jovens se unindo para cobra responsabilidades de governantes em todo o planeta.


Nenhum comentário:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE