BLOGUEIRO CLÁUDIO ANDRÉ DESCOBRE A EXISTÊNCIA DE MINÉRIO DE FERRO DA SERRA DO FIDÉLIS - CLÁUDIO ANDRÉ - O POETA

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

segunda-feira, 16 de setembro de 2019

BLOGUEIRO CLÁUDIO ANDRÉ DESCOBRE A EXISTÊNCIA DE MINÉRIO DE FERRO DA SERRA DO FIDÉLIS

A Serra do Sertãozinho que você ver na imagem no horizonte, divide o município de Bom Conselho com o estado de Alagoas, do outro lado está Minador do Negrão. Por ela, você tem acesso a outras serras, como por exemplo, Serra dos Leões, Serra Grande, Serra da Baêta e Serra do Jacu. 

Essa é a região das serras que ficam no entorno do distrito de Lagoa de São José. Há uma mistura de vegetação de caatinga com roçados.

No entorno do distrito de Lagoa de São José tem várias nascentes, um delas fica no riacho dos Fidélis.

Percebam o tipo de vegetação que existe no pé da serra do Fidélis... Por existir nascentes ajuda muito a deixa a vegetação sempre verde, especialmente na parte por onde passa o riacho.

Essa nascente se fosse limpa, tirasse a sujeira existente ao seu redor, nunca secaria. Encontrei muitas abelhas bebendo água. As abelhas são muito úteis na polinização de plantas e na produção de mel.

O trabalho de uma abelha na transferência do pólen de uma flor de estrutura masculina para uma de origem feminina, fecundando-a, é conhecido como polinização. Nessa região da serra do Fidélis tem muitas árvores frondosas.

Como a água se distribui na terra?
Ela vem da evaporação dos rios, dos mares, dos lagos e a transpirada pelo planeta por ação do calor e do vento, se transformam em nuvem. Essas nuvens dão origem às chuvas. 

A água da chuva que se infiltra no solo abastece o lençol freático que se acumula em função de estar sobre uma camada impermeável. Quando a camada impermeável encontra com a superfície do solo surge a nascente de encosta. Esse tipo de nascente ocorre principalmente nas encostas, serras e grotas.

Mulungus, tamboris, cajás, juazeiros, caraibeiras, são algumas árvores encontradas no Vale do Fidélis que tem um caminho que da acesso ao sítio Salgadinho. Da Lagoa de São José, passando pela serra do Fidélis, até o sítio Salgadinho tem uma distância de 03 km.

Se de um lado está tudo verde, do outro a sequidão já começou. Se de um lado tem preservação de mata de caatinga, no outro tem muito desmatamento.

O cume da serra do Fidélis marca 648 metros de altitude, mais baixa que a serra de Maria Bié que marca 732 metros de altitude. Na verdade, toda essa cordilheira do distrito de Lagoa de São José marca uma variação em alturas das serras existentes.


Por esse ângulo pode se ver no horizonte as serras do Poço Escuro e Grande, que ficam na região do sítio Flores, zona rural de Bom Conselho/PE.

Nessa andança pela serra do Fidélis, distante 1,5 da Lagoa de São José, linha limítrofe com o estado de Alagoas, fizemos uma descoberta. Descobrimos a existência de minério de ferro. São várias as rochas sedimentares extrusivas que estão no meio da caatinga, sinal que há milhões de anos a região sofreu algum acidente geológico.

Aí está uma rocha legítima de minério de ferro, ou seja, o ferro bruto cravado na rocha. Muita gente passou ou passa pelo caminho e não percebeu a importância desse lugar que pode ser utilizado para estudos geológicos.

Estava a procura de uma coisa, achei outra... Na minha trilha rumo a uma rocha que segundo informações, teria pintura rupestre, acabei encontrando na verdade, rochas sedimentares extrusivas de minério de ferro. Valeu a caminhada por 1 hora e enfrentar um sol escaldante na casa dos 30 graus centígrados às 11 horas da manhã...

Os minérios de ferro são rochas a partir das quais pode ser obtido ferro metálico de maneira economicamente viável. O ferro encontra-se geralmente sob a forma de óxidos, como a magnetita e a hematita ou ainda como um carbonato, a siderita.


Veja a beleza da raiz da imburana de cheiro! Essa árvore é nativa da caatinga e suporta altas estiagens. Imburana de Cheiro é uma forte aliada no combate de doenças pulmonares. 
Pode-se usá-la para tratar afecções pulmonares, asma, astenia (fraqueza física), bronquites, cólicas intestinais e uterinas, febre, gripe, hemorragias, inflamação, resfriado e tosse.

QUER SABER MAIS?
ACESSE NOSSO PORTAL DE TURISMO

Nenhum comentário:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE