SÍTIO DA PEDRA SOLTA: SUAS HISTÓRIAS, SEUS COSTUMES E SUA BELEZA NATURAL - CLÁUDIO ANDRÉ - O POETA

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

terça-feira, 16 de abril de 2019

SÍTIO DA PEDRA SOLTA: SUAS HISTÓRIAS, SEUS COSTUMES E SUA BELEZA NATURAL

O sítio da Pedra Solta localizado no povoado de Serra Negra, zona rural de Bezerros, é uma área de proteção ambiental dentro de uma propriedade particular.  Uma pedra que tem a geoforma de uma bola e outra pedra tem o formato de uma cabine de metrô. Ambas estão em cima de um lajeiro e existe uma inclinação lateralmente que surpreende a todos com a seguinte pergunta: Por que a rocha não rola lajeiro abaixo?

A Pedra do Som é uma rocha granítica que tem a sonorização de um fundo de garrafa, ou seja, aonde você tocar  você pode escutar a sonorização nitidamente. O que mais intriga é ver que a pedra foi cortada e o pedaço dessa rocha não tem som nenhum. É como os pedaços fossem descolados.

Por alguns instantes conhecemos a parte inferior da rocha onde tem um espaço que cabe uma pessoa. Relembrei minha infância no sertão de Alagoas quando brincávamos nas rochas do sítio Cacimba do Gato.

O sítio Pedra Solta tem seus 15 hectares de muito verde e muitas plantações de árvores de frutas. Nesse espaço o lugar serve para os apaixonados por Camping.

Essa é a pousada Pedra Solta que recebe turistas de vários lugares do Brasil. Ela está cravada num lajeiro no meio da vegetação de mata atlântica. O casal João Bosco e Da Paz comandam esse sítio arqueológico. Não tive o prazer de hospedar por lá, mas, fiquei grato com a receptividade de seus proprietários.

Como fazemos trilhas ecológicas em vez de ficar vendo imagens de terceiros, fizemos essa imagem do ninho de garranchos construído pelo pássaro joão de pau... Os pássaros usam ninhos para proteger os ovos e filhotes dos predadores e intempéries.

A pedra Solta é o ponto central do sítio que recebe o mesmo nome. Há área de camping, tem a pedra do Som, as pedra com geoformas de cadeiras, tem o mirante da Lua, além de toda uma vegetação bem preservada.

Quando estávamos voltando do cume da Caverna do Deda, pudemos fazer essa imagem da chuva que se aproximava do sítio.
Se de um lado temos muitas serras e rochas para ver, por outro lado encontramos muitas árvores frondosas em todo o trecho de Serra Negra.

Os resquícios de mata atlântica e o brejo de altitude mostram claramente a importância de cuidar do meio ambiente. O cuidado que se deve ter do solo, muito colabora com a vida do bioma.

Uma rocha escorada na outra e no meio vegetação sem ninguém ter plantado, colocado, etc. Alguns desses constituintes podem estar ausentes em determinadas associações mineralógicas, anotando-se diversos outros minerais acessórios em proporções bem mais reduzidas. Quartzo, feldspato, micas e anfíbolas são os minerais dominantes nas rochas graníticas e afins.


A rocha granítica surge a partir do granito  que é um tipo comum de rocha ígnea ou rocha magmática, intrusiva ou plutónica de grão fino não metamórfico, médio ou grosseiro, composta essencialmente pelos minerais: quartzo, mica e feldspato, tendo como minerais acessórios mica, hornblenda, zircão e outros minerais.

A composição mineralógica dos granitos é definida por associações muito variadas de quartzo, feldspato, micas (biotite e/ou moscovite), anfíbolas (sobretudo horneblenda), piroxenas (augite e hiperstena) e olivina. 

A chuva vindo da cidade de Bezerros e nesse momento estava já sentindo a mudança da temperatura onde o vento soprava mais forte e com a umidade baixando a cada segundo a temperatura.

E assim fechamos a série de reportagens sobre Serra Negra e seu potencial turístico. Até a próxima!

Nenhum comentário:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE