PASSEANDO PELO RIO SÃO FRANCISCO (PARTE 01) - CLÁUDIO ANDRÉ - O POETA

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

sábado, 3 de fevereiro de 2018

PASSEANDO PELO RIO SÃO FRANCISCO (PARTE 01)

O Rio São Francisco e seus encantos...
Entre Piranhas, Alagoas e Poço Redondo, Sergipe, há muita degradação às margens do Rio São Francisco.
Para navegar pelo Velho Chico precisa-se de muita experiência, pois há lugares que o nível da água baixou muito devido ao represamento de pelo menos três barragens próximo a Piranhas.
Onde se tinha água, grandiosas pedras tomam de conta do espaço, justamento por causa do desassoreamento. 
A serras, a caatinga que margeiam o Velho Chico deixa um embelezamento natural, porém, percebe-se que o desmatamento e o desassoreamento às margens do rio, tem deixado um grande prejuízo para o meio ambiente.
Há locais no Rio São Francisco com mais de 100 metros de profundidade, mas, é visível que o desmatamento às margens do rio, tem até prejudicado a pesca para os ribeirinhos.
Saindo da prainha de Piranhas até o restaurante de angico, são 30 minutos de passeio. O Catamarã São Francisco é uma embarcação apropriada para navegar pelo rio de todos os brasileiros.
Com o amigo Wendel, piloto do Catamarã São Francisco caracterizado de cangaceiro. Todos os dias está na labuta para recepcionar os visitantes.
Esse é o Velho Chico precisando que o homem se conscientize e preserve-o. Está aí nitidamente o que o rio vem sofrendo com a ação desumana do ser humano, ou seja, há locais que o rio está inavegável devido as rochas que tomam espaço no leito do rio devido ao desassoreamento. 
Com o capitão Célio do Catamarã São Francisco. Grande camarada. Muito receptivo com os turistas. Navegador experiente, durante o trajeto do passeio com seu catamarã, vai contando os desafios que é navegar pelas águas do Velho Chico.
Patrocinadores para a Viagem a Rota do Cangaço








Nenhum comentário:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE