O "COITADISMO" FAZ AS PESSOAS FICAREM IMPOTENTES E COM PREGUIÇA DE TER DECISÃO PRÓPRIA - CLÁUDIO ANDRÉ - O POETA

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

sábado, 17 de fevereiro de 2018

O "COITADISMO" FAZ AS PESSOAS FICAREM IMPOTENTES E COM PREGUIÇA DE TER DECISÃO PRÓPRIA

Acorda cedo e ler um bom livro é uma grande terapia para a mente humana, assim o fiz nesse sábado. Lendo o Livro "O código da Inteligência" de Augusto Cury, rascunhei alguns trechos (só sei ler um livro rascunhando"), que fala da importância do "coitadismo" na vida das pessoas. 
Diz o escritor que, "QUEM TEM DÓ DE SI MESMO, CONSTRÓI SEUS ALICERCES PSÍQUICOS NO VAZIO".
Pois bem, é costumeiro a gente se deparar com pessoas assim, doentes, mas, na maioria das vezes por que elas se agarram em coisas supérfluas, desnecessárias e que só ocupam apenas espaço. Quem vive arraigado de pensamentos negativos tem essa tendência de torna-se uma pessoa doente continuamente.
Por vezes, as pessoas tornam-se doentes por ser tão vazias e mesquinhas consigo mesmo. Daí, partem a ser pessoas revoltadas, gananciosas, infelizes, gananciosas e sem credibilidade. 
O "bajulismo", por exemplo, faz as pessoas terem esses tipos de comportamentos. Pessoas incompletas, geralmente partem para o "bajulismo" como válvula de escape.
Um dos setores que mais tenho encontrado esse tipo de gente, é a comunicação num todo, o rádio, nem se fala. É desse tipo de gente que devemos nos afastar. 
Existe muita gente "acorrentada", dentro de si. Diz o livro ainda em um dos seus capítulos, que "muita gente faz questão de arrotar a frase que não leva desaforo para casa, porém, esquece que leva para dentro do seu íntimo, tornando-o ainda mais amargo, vendo defeito em tudo e todos".
Muitos "coitadistas" são autodestrutivos. Não tem um romance com a própria vida. Eis o motivo de torna-se bajulador, inoperante, não evolutivo e torna-se um morador da sombra do próprio patrão, o algo que o valha.
Há muita gente solta por aí vivendo de superfície e de pura neve "bajulista". A tendência, para quem não tem opinião formada e própria é sofrer quedas fortíssimas ao ponto de torná-lo um simples vivente terrestre.
Ler um bom livro e sabe-lo interpretar, faz bem a seus neurônios. 
Pense nisso!
por Cláudio André Santos

Nenhum comentário: