Ministério Público Federal descobre esquema milionário de desvio de verbas da educação em cidade de Pernambuco

Diante das fraudes, Ministério Público Federal conseguiu que a Justiça determinasse, por meio de liminar, a suspensão das turmas de EJA na cidade de Custódia. Prefeitura pode recorrer.
Prefeitura de Custódia criou turmas fictícias de Educação de Jovens e Adultos (EJA) para receber mais verbas do governo federal 
Texto: Margarida Azevedo
JcNE10
FOTO: Foto: Pixabay

Postar um comentário

0 Comentários