Bottom Article Ad

Prefeitos e secretários de Saúde de AL querrem punir quem escolhe vacina



Durante reunião on-line da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) desta segunda-feira (12), prefeitos e secretários de saúde aprovaram uma recomendação conjunta que estabelece punições para quem escolher qual tipo de vacina contra a Covid-19 vai receber, ou mesmo se recusar a tomar a dose, caso seja de algum imunizante que desagrade a pessoa. Os chamados “sommeliers de vacina” passarão a ser colocados no fim da fila da imunização. O município que aderir já pode executar a determinação.

As pessoas terão que assinar um termo de recusa e declarar ter conhecimento que irão para o final da fila. Os que se recusarem também a assinar serão substituídos por duas testemunhas idôneas. O Ministério Público, que tem cobrado ações dos gestores, serão informados para que as medidas administrativas sejam ratificadas.

Diante do crescente número de casos de pessoas que querem escolher o fabricante da vacina contra a Covid-19 e que até se negam a tomar quando chega a sua vez, o presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), Hugo Wanderley, disse que a medida aprovada vai garantir o planejamento da vacinação e a celeridade de imunização da população. “Agendar e não ir, se recusar, não são atitudes cidadãs porque comprometem o andamento do calendário e das faixas etárias”, destacou o presidente da Associação.

 por Gazeta Web


Postar um comentário

0 Comentários