AS BELEZAS E PERIGOS DO LEITO DO RIO SALGADO DE BOM CONSELHO - QUEM CONHECE UMA VEZ, QUER VOLTAR - CLÁUDIO ANDRÉ - O POETA

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

segunda-feira, 9 de novembro de 2020

AS BELEZAS E PERIGOS DO LEITO DO RIO SALGADO DE BOM CONSELHO - QUEM CONHECE UMA VEZ, QUER VOLTAR

Isso é Bom Conselho. 
Vista do vale que separa as regiões da Igreja Nova e da Serra Grande.
Olha que beleza de Ipê. Encontramos essa árvore no sítio Cancelas. O contraste do caatinga com as belezas do florido das árvores.

A mata trocada pela vegetação de pasto para a engorda do gado de corte. 

Leito do rio Salgado quando está no período de estiagem. Em formato de "S" ele sai cortando de norte a sul de Bom Conselho.

No meandro do rio Salgado, encontrei esse abrigo rochoso. Ideal para você se proteger sol, da chuva e do vento. A própria rocha torna-se num filtro natural.

Em alguns trechos do rio Salgado, ele está seco, em outros, com poças d'águas acumuladas que servem de criatório de peixes. Nesse local o descanso, o sossego e encontro com a natureza é algo rejuvenescedor.

Há locais do rio Salgado que você somente encontra areia, barro e vegetação, mas as formações rochosas vão aparecendo conforme se aproxima da sua foz.

A correnteza varia muito no leito do rio. Num percurso de pelo menos 15 km rio abaixo, encontramos vários grotões e riachos que são alimentadores do rio Salgado. 

Somente quem andou pelo leito do rio Salgado, como andamos, pode descrever tamanha beleza natural. Há áreas de preservação da caatinga. A fauna e a flora sofre com o desmatamento e a caça predatória.

Mesmo com a escassez de chuva, a região do Vale do Salgadinho impressiona com a sua geomorfologia. Andar por esse trecho, sentir o cheiro de mato verde e seco, é uma terapia maravilhosa.
Encontrei essa centopeia, morta dentro do rio Salgado, onde tinha uma correnteza. Até certo momento achei que ela estivesse dando uma de morta, pois ao toca-la com um pedaço de graveto, ela se agarrava facilmente. Ainda sai na dúvida de esse bicho peçonhento, estava realmente morto.

Pesquisando, descobri que esse tipo animal peçonhento encontrado no rio Salgado, pertencentes à classe Chilopoda com cerca de 3.150 espécies reconhecidas. enquanto Scolopendromorpha inclui cerca de 700 espécies, pertencentes a 34 gêneros, e cinco famílias

Fica uma alerta para quem for tomar banho em rios e cachoeiras, analisar bem onde você vai sentar-se ou para usufruir a natureza. Esse centopeia estava num lugar bonito e chamativo para você fazer aquela foto desejada.

Algumas chegam a ter quase 50 centímetros de comprimento e estão presentes em todos os continentes. São chamadas de centopeias assim como o piolho-de-cobra, porém são espécies distintas já que os piolhos-de-cobra pertencem à classe Diplopoda.

A minha intenção foi descobrir como é o leito do rio Salgado, da sua nascente até sua foz em Alagoas, Bem que conseguimos. Hoje, podemos dizer descrever bem como é a formação, sua desenvoltura e a importância para o município de Bom Conselho e para a bacia do Velho Chico, a qual estamos inserido.

Eu e o geógrafo, José Fábio dos Santos, estamos mostrando o lado de Bom Conselho que poucos conhecem. Estamos com dados geográficos e turísticos totalmente atualizados. 
Nós, sim, sabemos e conhecemos o rico potencial turístico e hídrico que o município detém e está abandonado pelo poder público por falta de vontade política e de pessoas competentes para fazer o trabalho que estamos fazendo.
Estamos colocando o projeto Poeta Viagens e Aventura em prática.
Quer saber mais?
Acesse nosso portal de turismo e o nosso canal no YouTube


Nenhum comentário: