SERRA GRANDE/PE: UM ROCHEDO GRANÍTICO RODEADO DE VEGETAÇÃO DE TRANSIÇÃO NO OESTE DE BOM CONSELHO - CLÁUDIO ANDRÉ - O POETA

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

segunda-feira, 22 de junho de 2020

SERRA GRANDE/PE: UM ROCHEDO GRANÍTICO RODEADO DE VEGETAÇÃO DE TRANSIÇÃO NO OESTE DE BOM CONSELHO

A grandeza da alma está no exato momento que você tem contato com a natureza, respeitando-a, preservando-a e ao mesmo tempo quando encontra lugares que te transmite paz. Ontem, fizemos com mais alguns amigos, uma trilha ecológica rumo ao cume da Serra Grande, no auge dos seus 850 metros de altitude.

O amigo Borracheiro, que foi batizado na trilha da serra Grande de "BRILHOSO", superou seus limites, superando 20 km de caminhada, com aclives de declives acentuados. Boas conversas, grandes gargalhadas, respirando ar puro e um verdadeiro contato com a natureza. Agradeço o nobre amigo por ter aceito o convite e o parabenizo pela superação e recuperação de sua saúde.

Sentindo o vento puro e forte de cima do cume da serra Grande, além de termos essa vista privilegiada, agradecemos a Deus por um momento ímpar que nos concedeu. Os trilheiros ficaram sem adjetivos por tamanha beleza natural encontrada na região oeste do município de Bom Conselho.

Para chegarmos aos mais de 800 metros de altitude da serra Grande, aonde tem o "cruzeiro dos Leões", como chamam os mais velhos da região, foi preciso encarar um relevo íngreme, vegetação de transição muito fechada, onde em alguns momentos nos embrenhamos no meio do mato e sair em zig zag até chegar numa região mais descampada. 
Escorregões, quedas dentro do mato, sentir cheiro de mato verde e alguma vezes ser tocado por pés de urtigas, faz parte da aventura ecológica.

Enquanto subíamos a serra Grande, tínhamos uma vista sensacional do lado nordeste do município. A cordilheira que vês na imagem acima fica justamente todo o percusso da PE-218 que segue destino ao estado de Alagoas, além do vale do Salgadinho. 

Fábio, Jonas, Emanuel, Borracheiro - O Brilhoso, Cláudio André O Poeta, Jeizon Sobral e outros puderam sentir a força do vento, respirar um ar puro e ter ao alcance dos seus olhos uma das vistas mais belas da região serrana do município de Bom Conselho.

Nunca devemos perder a fé. O medo pode até existir, mas o credo religioso deve ser sustentado de dentro para fora. O cruzeiro localizado no cume da serra Grande é um dos pontos que serve sustentáculo para orações, preces, pagamento de promessas e ao mesmo tempo de contemplação, diante de tanta natureza exuberante encontrada no seus arredores.

No caminho encontramos um lago que com os raios do sol provocou essa imagem inesquecível. O local é ideal para acampamento, para você ter verdadeiramente um encontro com a natureza.

O geógrafo Fábio Santos, nosso grande parceiro, que vem contribuindo com o projeto Poeta Viagens e Aventura, está feliz ao saber que um grande estudo sobre o relevo, vegetação, clima, situação geográfica da serra Grande, está a caminho com a presença de outros profissionais da área da geologia e geografia.

Isso é Bom Conselho. Isso é turismo. Tudo depende do olhar diferenciado. Com amigos trilheiros da cidade de Águas Belas, que foram nossos convidados, fizemos imagens exuberantes desse lago que fica numa propriedade particular da família Ferreira.

A natureza por si tem sua beleza natural. O que diferencia é olhar. Não adianta ter a câmera fotográfica mais potente do mundo, se não você não tem uma fineza ao olhar para cada árvore, cada pássaro e tudo que tiver num habitat diferentemente do nosso cotidiano.

Outro trilheiro arretado, bastante viajado, Jeizon Sobral, pela primeira vez sentiu a sensação de ser empurrado pelo vento que soprava do leste para o oeste, ou seja, a partir que o vento bate no pé da serra, ele pega uma velocidade maior para cima, provocando uma corrente de vento muito forte.

Jeizon, Borracheiro, Cláudio André, Fábio Santos, Jonas e Emanuel
A cada quilômetro caminhado dos vinte do total, fomos encontrando lugares sensacionais para fazer registros fotográficos, seja individual ou coletivo.

Quando estávamos a caminho do cume da serra Grande, encontramos na estrada vicinal, uma falsa cobra coral que foi morta quando fazia a passagem de um lado pra o outro da estrada. 
De cores vivas, os anéis vermelho, preto e branco tornam a cobra-coral uma das serpentes mais conhecidas. ... Para confundir eventuais predadores, e assim garantir a sobrevivência, a falsa-coral imita a verdadeira, mas apenas na coloração, já que, diferentemente da coral-verdadeira, não possui veneno.

Esse é um novo cruzeiro colocado no cume da serra Grande. O local é ponto de peregrinação no período da semana Santa. Do alto da serra tem uma vista privilegiada de toda a cordilheira onde finaliza a chapada pernambucana. Por esse ângulo percebe-se que há um grande desmatamento, onde a vegetação de transição foi trocada por roçados e vegetação para a engorda do gado. Imagine esse cenário há 100 anos passados...

Aonde era para colocar piçarro num colocaram, fizeram uma meia-sola na estrada do sítio Flores. Flagramos esse caminhão que transporta leite atravessado na estrada em uma das ladeiras antes da serra Grande.

O caminhão tanque, estava indo buscar leite em uma fazenda da região, como estava chovendo, na subida o caminhão começou a deslizar e o motorista teve apenas uma única opção, deixar o caminhão encostar numa ribanceira para não causar um acidente maior. Foi preciso a ajuda de um trator para retirar o caminhão do local.

Para saber mais sobre a trilha que fizemos com outros amigos, inclusive, do município de Águas Belas, basta acessar nosso portal de turismo ou no canal no youtube.

Essa reportagem tem os seguintes patrocinadores













QUER SABER MAIS?
ACESSE NOSSO PORTAL DE TURISMO

Realizamos trilhas ecológicas
Acesse nosso canal no youtube
Inscreva-se!
canal2

Nenhum comentário: