O FIM DAS COLIGAÇÕES E A COMPRA DE VOTOS DURANTE AS ELEIÇÕES DE 2020 - CLÁUDIO ANDRÉ - O POETA

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

domingo, 3 de março de 2019

O FIM DAS COLIGAÇÕES E A COMPRA DE VOTOS DURANTE AS ELEIÇÕES DE 2020


O JOGO SERÁ OUTRO – Na próxima eleição não será mais permitida a coligação proporcional, que sempre foi uma imoralidade política, o que levará os partidos a serem obrigados a ter as suas chapas de vereadores e candidatos próprios a prefeito. 
Um partido poderá até apoiar o nome de candidato majoritário de outra sigla, mas, isso apenas no campo informal e sem somar votos. 
Isso é bom para democracia porque levará cada partido a entrar na eleição com a sua cara e não acomodado em alianças, que na verdade não passavam de um grande balcão de negócios. Muito presidente de partido nanico ganhou dinheiro para entrar numa coligação nas eleições e agora quebrou a cara.
Diante disso, já tem pré-candidato a vereador com planos de conseguir dinheiro emprestado para investir na próxima eleição, acreditando ele que a "compra de votos" vai ser um sucesso.
Pode até ser, mas, sofrerá sanções da Justiça Eleitoral a partir de uma denúncia formal. Candidato que já entra na disputa pensando em comprar votos, já está dizendo qual é o seu tipo de caráter. 
Candidato assim, não tem compromisso com ninguém, muito menos com o município que lhe deu a oportunidade de ser eleito. 
É bom lembrar que num município como Bom Conselho, por exemplo, que tem 7 mil eleitores analfabetos, mais uma vez a compra de votos será o ápice de certos e determinados políticos da terra de Papacaça durante o pleito de 2020.
Tem político em Bom Conselho que entrou liso e vai sair devendo e sem reeleição, justamente por ter se perdido durante os 04 anos de mandato, fruto da incompetência e da cegueira de promessas obsoletas.
Alguém duvida?

Nenhum comentário:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE