CONHEÇA AS CACHOEIRAS DO POÇO PRETO E VÉU DE NOIVA NA ZONA RURAL DE BOM CONSELHO - CLÁUDIO ANDRÉ - O POETA

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

CONHEÇA AS CACHOEIRAS DO POÇO PRETO E VÉU DE NOIVA NA ZONA RURAL DE BOM CONSELHO

A região serrana de Bom Conselho tem um grande potencial no ecoturismo... Quem vai conhecer se encanta. O desafio começa quando você sai da PE-218 e a poucos metros da divisa com o estado de Alagoas, começa a trilha aventureira.

Montanhas rochosas, vegetação de caatinga... Fazer uma trilha por essa zona rural de Bom Conselho é um verdadeiro encontro com a natureza.

Na região dos sítios Amargoso e Salgadinho, podemos encontrar cachoeiras temporárias e perenes, mesmo com pouca vazão d'água.

Uma vegetação de caatinga no pé das montanhas. É um passeio indescritível. Recomendo.

Essa é uma das quedas d'água da Cachoeira do Poço Redondo no Sítio Salgadinho, já na divisa de Bom Conselho com o município de Estrela de Alagoas.
Andando por uma trilha de vegetação fechada, pudemos ver a beleza da Cachoeira Véu de Noiva, que infelizmente já secou devido a construção de uma barragem, cortando o percusso da água que descia no paredão rochoso.

Todo e qualquer esforço para chegar a esse lugar, vale apena. A montanha para quem ver de perto, mostra claramente que tem potencial para praticar rapel.

Pequenos rios de água cristalina e uma vegetação que sobrevive ao calor, fazem um verdadeiro cenário ecológico.

Sair da rotina da zona urbana e fazer uma trilha pela região serrana de Bom Conselho, é convidativo para qualquer pessoa. O blogueiro Cláudio André O Poeta se aventurou por essa região espetacular da terra de Papacaça. Vale todo o esforço de andar por 1 hora de carro e 30 minutos a pé.

Chegar a Cachoeira do Poço Redondo, localizada no Sítio Salgadinho é uma verdadeira aventura. O percusso é cheio de ladeiras, curvas, cancelas, obstáculos, pois, nessa região não há conservação das estradas vicinais. Uma realidade nua e crua que a comunidade do Salgadinho tem vivido. Nem parece que por ali há mão do poder público sobre aquele povo.

Nenhum comentário:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE