Integrantes das Forças Armadas vão ao TSE para inspeção do código da urna e reunião com técnicos



Representantes das Forças Armadas estiveram nesta quarta-feira (3) no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para se reunir com técnicos da Corte e inspecionar o código-fonte das urnas eletrônicas.


Segundo o TSE, a programação prevê que a reunião com os técnicos aconteça pela manhã, e a inspeção, no período da tarde.

Por volta das 11h, a assessoria do TSE informou que os representantes da Forças Armadas já haviam chegado à sede do tribunal — os nomes e os cargos desses representantes não haviam sido divulgados até a última atualização desta reportagem.

O código-fonte é um conjunto de linhas de programação de um software, com as instruções para que o sistema funcione. A abertura do código permite a inspeção pela sociedade civil.

Em ofício classificado como "urgentíssimo" e enviado ao TSE, o ministro da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira, pediu que as Forças Armadas tivessem acesso ao código-fonte das urnas. Esse código-fonte, porém, está disponível deste outubro do ano passado.

Além disso, a colunista do g1 Andréia Sadi informou que em outubro de 2021 o TSE convidou o Ministério da Defesa a inspecionar o código-fonte das urnas.

Postar um comentário

0 Comentários