A elite política come salmão e joga sardinha para o povo

 

Enfim, o peixe e circo da Semana Santa começou nos municípios nordestinos. Em Bom Conselho, por exemplo, o peixe foi dado "por cara". A pobre política tupiniquim da terra de Papacaça segue os mesmos moldes de tantos outros territórios minados de politicagem. As firulas de prefeitos e vice-prefeitos acompanhados de babãos, foram "caridades eleitoreiras", sem nenhum cunho social. 

Esse tipo de comportamento político acontece todos os anos. Para quem duvida da necessidade de um povo mais independente, a prova está nas fotos espalhadas nas redes sociais. Mas tem gente que adora botar nos "stories" da vida uma caridade disfarçada de desejo político, ou seja, 01 peixe = 1 voto. 
Pense nisso!

Postar um comentário

0 Comentários