Bottom Article Ad

Com salários de até R$ 2,1 mil, IBGE abre 204 mil vagas para o Censo 2021


Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) abriu, nesta quinta-feira (18), 204.307 vagas temporárias do Censo Demográfico 2021. Os salários são de até R$ 2,1 mil. Os editais foram publicados no Diário Oficial da União.

Foram disponibilizadas 8.887 vagas para Pernambuco, das quais 965 são para agente censitário e 7.922, para recenseador.

As vagas são temporárias e os contratos terão duração prevista de três meses para a função de recenseador e de cinco meses para agentes censitários, podendo ser renovados de acordo com as necessidades do IBGE e a disponibilidade orçamentária.

DISTRIBUIÇÃO DAS VAGAS

181.898 vagas para recenseador
Segundo o IBGE, a remuneração para recenseador, que deve ter ensino fundamental completo, é por produção, de acordo com o número de domicílios visitados e questionários respondidos. A jornada de trabalho é de, no mínimo, 25 horas semanais. Confira aqui o edital para recenseador.

16.959 para agente censitário supervisor (ACS)
Salário de R$ 2.100

5.450 para agente censitário municipal (ACM)
Salário de R$ 2.700

Os agentes censitários devem ter ensino médio completo e terão, por contrato, 40 horas de trabalho semanais, sendo oito horas diárias. Além do salário, ACM e ACS terão direito a auxílio-alimentação, auxílio-transporte, auxílio pré-escola, férias e 13º salário proporcionais, de acordo com a legislação em vigor e conforme o estabelecido no edital. Confira aqui o edital para agente censitário.

INSCRIÇÕES
Para as vagas de recenseador, o IBGE abrirá inscrições em 23 de fevereiro e encerrará em 19 de março, no site do Cebraspe, banca organizadora do certame.

A taxa de inscrição custa R$ 25,77.

Já para as vagas de agente censitário municipal e agente censitário supervisor, as inscrições começam nesta sexta-feira (19) e seguem até 15 de março, também no site do Cebraspe.

A taxa de inscrição custa R$ 39,49.

PROVAS
As provas objetivas serão presenciais. Para agentes censitários, serão aplicadas em 18 de abril. Para recenseadores, a data é 25 de abril.

Essa diferença de datas permite ao candidato participar dos dois processos seletivos.

Os candidatos a agentes censitários responderão a 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Raciocínio Lógico Quantitativo, 5 questões de Ética no Serviço Público, 15 questões de Noções de Administração/Situações Gerenciais e 20 questões de Conhecimentos Técnicos. O conteúdo programático está disponível no edital.

Já os candidatos a recenseador responderão a 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Matemática, 5 questões sobre Ética no Serviço Público e 25 questões de Conhecimentos Técnicos. O conteúdo também está no edital.

As provas para ACM, ACS e recenseador terão duração de quatro horas e serão aplicadas no turno da tarde. Os gabaritos preliminares serão divulgados no dia seguinte a aplicação das provas, a partir das 19 horas, no site do Cebraspe. O resultado final está previsto para 27 de maio.

Os gabaritos preliminares serão divulgados nos dias seguintes às aplicações das provas, no site do Cebraspe. O resultado final com os aprovados será publicado em 27 de maio.

Os agentes censitários deverão ser contratados em 31 de maio. Os recenseadores, em julho.

CENSO FOI ADIADO
Com o adiamento do Censo para 2021 devido à pandemia de Covid-19, os processos seletivos para ACM, ACS e recenseadores abertos em 2020 foram cancelados.

Quem se inscreveu na seleção do ano passado não está com a inscrição garantida para os processos seletivos deste ano. É preciso fazer nova inscrição e pagar a taxa para garantir a participação na nova seleção.

A partir de agosto até outubro deste ano, cerca de 213 milhões de habitantes, em aproximadamente 71 milhões de endereços, serão visitados pelos recenseadores nos 5.570 municípios do país.

A pesquisa revelará entre outras informações, as características dos domicílios, identificação étnico-racial, nupcialidade, núcleo familiar, fecundidade, religião ou culto, deficiência, migração interna ou internacional, educação, deslocamento para estudo, trabalho e rendimento, deslocamento para trabalho, mortalidade e autismo.

Realizado a cada dez anos, o Censo Demográfico é a principal fonte de referência para o conhecimento das condições de vida da população em todos os municípios do País. 

 (Blog dos Concursos e Empregos)

Postar um comentário

0 Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO