Áudio comprova que ex-servidora foi assediada e desmente prefeito de Palmeira dos Índios/AL - CLÁUDIO ANDRÉ - O POETA

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

terça-feira, 25 de agosto de 2020

Áudio comprova que ex-servidora foi assediada e desmente prefeito de Palmeira dos Índios/AL

MPT recebe 2.400 denúncias de trabalhadores obrigados a se expor ...
O prefeito de Palmeira dos Índios, cidade localizada na Região Metropolitana do Agreste de Alagoas, Júlio Cézar, atacou o jornalista do 7Segundos após a publicação de denúncias de ex-servidoras do município, que confirmam ter sofrido assédio sexual e moral pelo prefeito. O prefeito nega as acusações. O 7Segundos tem o compromisso com a verdade e apura todas as informações, como pode ser comprovada a denúncia no áudio abaixo.

Júlio Cézar fez uma postagem no Instagram, na noite desta segunda-feira (24), onde ele diz que o jornalista do site é um “jornalistazinho, que aliás você não é jornalista, você é um chumbeta de jornalista, e você usa o site para extorquir as pessoas, para atacar, para ferir a honra, você vai responder as barras da justiça, a minha assessoria jurídica está tomando todas as providências”.

De acordo com o prefeito, ele está sofrendo “sucessivas ondas de ataque a minha pessoa, no intuito de desmoralizar, de aferir a imagem, de destruir, de destruir a família, de acabar, são pessoas que estão sendo usadas para atacar o prefeito Júlio Cezar, nós temos feito nesses quase quatro anos um trabalho, muitas mudanças tem acontecido e isso incomoda muito as pessoas”. 

Disse ainda que as denúncias devem ser feitas em órgãos competentes e que “não cometi esses crimes”, e que está “pronto para me defender quando chegar a minha hora e claro mostrar que sou inocente em relação a tudo isso”.

Segundo a vítima, a prática do gestor Xucuru não é nenhuma novidade. "Ele adora humilhar as mulheres quando está no meio de reuniões só com homens e sempre se utiliza de palavras de baixo calão, além de brincadeiras inconvenientes", contou uma das vítimas.

De acordo com Luciene, o prefeito para conseguir se dar bem, faz de tudo para tirar vantagem no cotidiano do exercício do cargo.

Nesta terça-feira (25) a ex-servidora tentou desmentir o ocorrido, divulgando um vídeo em grupos de WhatsApp. O 7Segundos sempre com o compromisso com a verdade, disponibiliza o áudio em que Luciene faz as acusações:


A denúncia
Em áudio enviado via WhatsApp, a ex-servidora, Luciene Oliveira, denunciou que o atual prefeito de Palmeira dos Índios Júlio César da Silva a assediou sexualmente.




FONTE: Site 7Segundos/Alagoas

Nenhum comentário: