DISPUTA PELO COMANDO DO PT DE BOM CONSELHO ANDA AQUECIDA - CLÁUDIO ANDRÉ - O POETA

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

sábado, 31 de agosto de 2019

DISPUTA PELO COMANDO DO PT DE BOM CONSELHO ANDA AQUECIDA


Aumenta a temperatura pela direção do PT em Bom Conselho

Este Blog falou aos seus leitores dias atrás que a paz no PT de Bom Conselho tinha acabado e o racha na disputa pela direção estava a caminho entre os dois grupos que controlam a sigla na cidade há anos. 

De um lado, o professor Fabrício, candidato apoiado pela vereadora Márcia do Angico e o senador Humberto Costa e do outro, Givaldo do sindicato, ex-presidente do Sindicato Rural, que conta com o apoio do Deputado Doriel Barros.

A disputa, pelo que dizem os candidatos, é voto a voto. Os candidatos estão com a campanha ou melhor na casa dos filiados, rodando o município. A contenda é ardida e sem acordo, pelo que apurou esse blogueiro. 

O centro da divergência dos dois lados estão as posições distintas sobre a disputa eleitoral da cidade, mesmo não evidenciando, mas o certo é que a visão sobre a gestão da cidade rachou em duas bandas antigos aliados, ante a divergência de o PT se aliar ou não com o atual prefeito da cidade na sucessão de 2020.

Uma peça que também é do PT é tem falado pouco é Piúta que, como se sabe, tem conversado sobre a eleição do próximo ano como pré-candidato. O Poeta conversou com ele para saber como está vendo a eleição da cidade e de que lado estava na disputa local. 

Para o Blog ele disse que “avaliou e disse internamente que não considerava a disputa o melhor caminho, pois antes de se fazer a disputa seria mais importante o fortalecimento do partido na cidade”, frisou.

Disse ainda que está em uma das chapas que disputa a eleição regional do PT e que mantém os contatos na cidade na busca de apoios.  

Sobre a direção local, disse que independentemente de quem ganhar a eleição não haverá mudança profunda no quadro interno em relação à sucessão, pois como ele próprio avalia, “para ser candidato a prefeito da cidade a primeira tarefa será viabilizar o nome". 

Mostrar que defende a melhor proposta para a cidade, que unifica os partidos e as lideranças da oposição, opositores que têm, até o momento, se comprometido a marchar unidos” finalizou.


Nenhum comentário:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE