A VISTA PANORÂMICA DE CIMA DA SERRA DO JACU NA ZONA RURAL DE BOM CONSELHO/PE - CLÁUDIO ANDRÉ - O POETA

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

DISTRIBUIDORA SÃO MARCOS - A Nº 1 DE BOM CONSELHO

domingo, 27 de janeiro de 2019

A VISTA PANORÂMICA DE CIMA DA SERRA DO JACU NA ZONA RURAL DE BOM CONSELHO/PE

Ao sair do aconchego da redação, encontrei um ambiente que transmite paz e nos deixa muito próximo da natureza. O cume da serra do Jacu, na zona rural de Bom Conselho nos proporciona uma vista panorâmica sensacional.

De cima da serra do Jacu, as lentes do Blog do Poeta fizeram essa imagem que numa distância de pouco mais de 05 km mostra toda a beleza serrana existente nos arredores do distrito de Logradouro dos Leões.

Do lado norte da serra do Jacu tem o sítio Lagoa do Dó que também pertence ao município de Bom Conselho.

A serra da Baêta é outro ponto culminante do município de Bom Conselho que tem seus 250 metros de altitude. Essa imagem fiz de cima da serra do Jacu. Toda essa região serrana está na divisa dos estados de Pernambuco - Alagoas.

 A serra do Jacu é uma mistura de rochas sedimentares com vegetação do bioma caatinga e faz parte do Planalto da Borborema, também conhecido como Chapada Pernambucana - devido a estar situada em parte da antiga Capitania de Pernambuco - Serra da Borborema, ou ainda, Planalto Nordestino, é uma região serrana no interior da região Nordeste do Brasil.
Medindo aproximadamente 400 km em linha reta norte–sul, localiza-se nos estados de Alagoas, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte. 

Esse sistema, parte do Planalto Brasileiro, equivale ao setor mais oriental do planalto Atlântico e um dos dois mais setentrionais, sendo divisor de águas entre a bacia do rio São Francisco e as bacias propriamente borborêmicas nos setores norte e leste. É o único grande sistema do plato oriental azevediano que não faz parte da cadeia franciscana.

No planalto localizam-se importantes cidades, como Campina Grande e Itabaiana (Paraíba), Caruaru Bom Conselho e Garanhuns (Pernambuco), Arapiraca e Palmeira dos Índios (Alagoas) e Santa Cruz (Rio Grande do Norte). Essa vista panorâmica da serra do Jacu é um verdadeiro convite para quem curte a natureza.

Durante o percusso para chegar na serra do Jacu, distante uns 04 km do centro de Bom Conselho, você encontra facilmente vários tipos de rochas. Já a vegetação de Pernambuco é dividida, basicamente, em quatro tipos: Formações Litorâneas, Floresta Tropical, Caatinga e Cerrado. A primeira marcada pela presença de restingas e manguezais. Já as florestas atlânticas se caracterizam por espécies perenes ou deciduais.

A vista panorâmica dessa cordilheira está na zona rural de Bom Conselho, onde há o encontro dos municípios de Iati, Saloá e Terezinha. De cima da serra do Jacu você pode ter uma sensação térmica que ultrapassa a marca dos 28 graus centígrados, dependendo do período do ano.

As nuvens se deslocam facilmente devido a ventania, por isso a instabilidade do tempo é visível a todo instante. Na serra do Jacu você encontra rochas ígneas intrusivas (conhecidas também como plutônicas ou abissais) são formadas a partir do arrefecimento do magma no interior da crosta, nas partes profundas da litosfera, sem contato com a superfície. Elas só apareceram à superfície depois de removido o material sedimentar ou metamórfico que a recobria.

A ventania que sopra no rosto é muito puro, pois, em toda a rocha que forma a serra do Jacu, há presença de líquens esverdeados, purificando o ar no entorno da serra.

A vegetação que está no entorno e em cima da serra tem característica diferenciada, ou seja, uma mistura de bromélias e plantas que resistem as altas temperaturas e a mudança constante do clima.

As chuvas que caíram na região deixou a vegetação com mais vida. A fauna e a flora da localidade mostram a vivacidade devido ao acúmulo de água no solo e nas rochas.

Na última vez que fomos escalar a serra do Jacu, toda essa região estava cinza devido a demorada estiagem, mas as chuvas que caíram mesmo sem intensidade já foram suficientes para mudar o clima da região.

Nenhum comentário:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE